Com novo técnico, Hélio Mecenas fica como gandula no time da oposição



Hoje já não é mais novidade dizer que acabando uma eleição já começa outra. E na cidade de São Domingos o pessoal leva a sério isso, está parecendo os campeonatos de futebol no nosso país, que mal acaba um torneio e já começa outro, e como o futebol, quando o técnico acarreta diversas derrotas, o mesmo é trocado sem aviso prévio.


Hélio Mecenas já teve seus dias de glória, um “velha guarda” que com o passar dos tempos foi perdendo espaço e com sua última derrota para o time de “Binho Futebol Clube”, o mesmo já tem cadeira cativa no banco de reservas com a chegada do “Mr. Dr. Cristiano” e seu grupo de assistentes.


“A política hoje já não tem espaço para atitudes antigas, ou se recicla, ou perde todas.” Comentou um passarinho verde logo após a derrota do jogo político.


A realidade é que: Cristiano já vinha assumindo seu protagonismo diante do agrupamento oposicionista seja ele o “time do Saruê”, ou até mesmo o “time do Bacural”. Fato este que com essa última derrota, ficou visível a vontade dos “cabeças” da oposição quererem isolar o “Bacural Velho” estratégia esta que estaria sendo adotada até mesmo pela sua sobrinha, Leila Paixão.


Esse filme eu já vi, posso até cravar que se as pedras do tabuleiro se mexerem como quer, Cristiano e a própria Leila, o “Bacural Velho” vai acabar não ficando nem no banco de reserva.

0 comentário