Descaracterizado! Em um jogo irreconhecível Itabaiana perde primeiro confronto da semifinal




Ontem, na Arena Batistão, o Tricolor conheceu sua segunda derrota consecutiva no Sergipão 2022, e o pior, perdeu a primeira partida da semifinal, dando de bandeja a vantagem ao seu adversário, o Sergipe.


O Itabaiana não foi nem de longe, a equipe competitiva e comprometida da fase classificatória; pelo contrário, se mostrou muito dispersa, apática e frágil, sobretudo, na compactação do meio de campo, onde a falta de combatividade acabou sobrecarregando o volante Eli Carlos.


Ao Sergipe restou aproveitar a apatia tricolor e explorar sua dispersão; não deu outra: em duas falhas exatamente iguais do bloco defensivo, marcou os gols que lhe dão a vantagem de poder perder até por um gol no próximo sábado.


Embora no Itabaiana haja um pacto para negar a fragilidade emocional após a derrota para o Confiança, ontem ficou explícito que a equipe vive um inferno astral em termos de autoestima, resquícios da enxurrada de críticas proferidas pela perda do jogo que colocou a equipe azul nas semifinais da competição.


O Itabaiana foi irreconhecível!

Enquanto o Sergipe mandou no meio de campo, ao Itabaiana restou viver das bolas paradas do meia Davi Ceará e das investidas isoladas do atacante Ila, muito pouco para uma equipe que chegou como favorita ao título.


Claro que não tem nada definido. O Itabaiana pode e tem, plenas condições de vencer o Sergipe por dois gols de diferença, entretanto, para isto, é preciso dar uma sacudida no elenco; colocar sangue novo, povoar o meio de campo e municiar o atacante João Victor, esquecido no jogo de ontem.


O jogo que apontará um dos finalistas do campeonato sergipano acontecerá no próximo sábado, às 15h50 no estádio Mendonção.


Um pouco de humildade nunca é demais!


Por: Beto Silveira

0 comentário