top of page

Deso promove palestra sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis com Dr. Almir Santana


Através da Coordenação de Serviço Social e Benefícios, funcionários da empresa ampliaram conhecimento sobre saúde e prevenção


A Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), através da Coordenação de Serviço Social e Benefícios (CSSB), realizou em parceria com o professor e médico especializado em saúde pública, José Almir Santana, uma palestra socioeducativa sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s) para toda a força de trabalho da Superintendência de Sistemas de Esgotamento Sanitário (SUES), localizada no Inácio Barbosa, em Aracaju, no último dia 09.


A ação fez parte do “Programa Boa Semana”, um projeto coordenado pelas assistentes sociais do departamento que visa melhorar o bem-estar físico e mental dos colaboradores da Companhia através de atividades e palestras ministradas por profissionais da área da saúde, especializados em cada temática escolhida.


Dentre outras atividades, o “Boa Semana” promoveu também um minicurso sobre alimentação saudável, apresentado pela nutricionista Daiana Melo, em parceria com o Serviço Social da Indústria (SESI). Para a ação, o tema escolhido, segundo a coordenação da CSSB, se deu por votação popular. Foi aplicado um questionário aos colaboradores e, por maioria dos votos, a intervenção relacionada a Infecções Sexualmente Transmissíveis foi escolhida.


Médico especializado


Segundo o Dr. Almir Santana, o ambiente de trabalho é o local mais adequado para educar a população acerca da problemática da palestra, sobretudo os homens. “É muito difícil reunir (homens) para falar de saúde, em outro local que não o espaço de trabalho. Eles levam a sério, fazem perguntas e interagem, então é muito positivo”, comentou.



“Esse trabalho da Deso é de suma importância, pois mexe na cabeça dos colaboradores para que levem a prevenção a sério”, completou.


Dr. Almir adicionou, que ainda, cadastrará a SUES, junto a Secretaria de Estado da Saúde, para que toda a força de trabalho da unidade tenha acesso a preservativos de maneira contínua.


“A camisinha é um insumo importante que protege a vida das pessoas, então, depois de cadastrarmos (a unidade), eles ficam à vontade para pegar (os preservativos) e não só usar, mas também distribuir para filhos, amigos e vizinhos”, afirmou.


Para a coordenação do projeto, atividades como essa viabilizam a construção de uma empresa mais humanizada, ampliando o acolhimento social aos funcionários, demonstrando sua relevância na empresa e, sobretudo, fortalecendo as relações. Foi revelado também que existem planos de expansão do Programa, visando expandir as ações aos núcleos que formam as quatro regionais, incluindo a adição de novas temáticas e a revisitação de atividades já abordadas.

0 comentário

Comments


bottom of page