top of page

Deso realiza perfuração de novos poços em Nossa Senhora das Dores Senhora das Dores



A região será beneficiada também com uma Estação de Tratamento e já tem estudos para a implantação de nova Adutora, que trará mais segurança hídrica para a população.


Em torno de cinco poços estão sendo perfurados na região do Campo Lindo e na Mata do Cipó, no município de Nossa Senhora das Dores, pela Companhia de Saneamento de Sergipe – Deso, através da Diretoria de Meio Ambiente e Expansão, o que garantirá melhorias no abastecimento local.


Em andamento também estão: a elaboração de uma nova Estação de Tratamento e a construção de uma nova Adutora que atenda por completo toda a região.


De acordo com a presidência da Companhia, a expectativa é que mais municípios passem por melhorias, em se tratando de ampliação do abastecimento.


A Deso está em constante ação e o intuito é melhorar a qualidade de vida dos sergipanos diariamente. Estamos com projetos em execução não só em Nossa Senhora das Dores, mas em Moita Bonita, Malhador, Tobias Barreto e Nossa Senhora da Glória. São muitas obras em andamento, e em todas elas, a empresa permanece com sua força de trabalho, e sempre em parceria com o Governo do Estado.


Para a Diretoria de Meio Ambiente e Expansão da Deso, com essas implantações, a oferta de água cresce substancialmente. A elaboração de um novo projeto para uma Estação de Tratamento em Nossa Senhora das Dores, com uma vazão estipulada em 270m³ por hora, virá para resolver definitivamente a qualidade da água nos períodos mais chuvosos, em virtude do grande material em suspensão.


Já está em fase de elaboração um projeto para o início do processo licitatório da contratação emergencial de uma nova Estação de Tratamento. Paralelamente a isso, já está em execução a perfuração de cinco poços na região. Um já foi perfurado, e até o próximo mês de agosto, será conhecida a vazão desse poço.


A previsão é de 250m³ em todos os poços. A construção de uma nova Adutora e a Estação de Tratamento garantirão o abastecimento por completo do município de Nossa Senhora das Dores.


INVESTIMENTOS e PRAZOS


Segundo a diretoria, é um investimento em torno de R$ 10 milhões, para a Adutora. Já a Estação de Tratamento, o custo é em torno de R$ 3 milhões, ou seja, um investimento em de R$13 milhões. Além disso, está sendo estudado, já que foi oficializado um empréstimo junto ao BNDES, para substituir ou recuperar o trecho da Adutora da Faustina até Dores, que vai entrar também nesse pacote para beneficiar o município.


O prazo de execução e operação é para assim que sair o resultado do processo de licitação da Estação de Tratamento, por volta de 60 dias. A previsão para a execução dos poços e adutora é de 180 dias, ou seja, em torno de 6 meses.


0 comentário

Comments


bottom of page