Fecomércio desenvolve manual do e-Social para os empresários



O e-Social é a nova realidade para a transmissão das informações fiscais, trabalhistas e previdenciárias feita pelas empresas, acerca de seus colaboradores. O sistema eletrônico, que possui obrigatoriedade de uso, tem o objetivo de fazer com que as empresas prestem os esclarecimentos de forma unificada das informações de seu funcionamento. Com isso, o processo se torna mais simplificado e desburocratizado, acabando com a infinidade de formulários que eram preenchidos e enviados anteriormente à existência do sistema.


O Sistema Fecomércio/Sesc/Senac de Sergipe desenvolveu um manual para facilitar a vida das empresas sobre como proceder no uso da ferramenta. O e-Social facilita a comunicação entre as empresas e os órgãos federais, diminuindo a ocorrência de erros nos processos e declarações. Além disso, também reduz o custo operacional dos trabalhos administrativos empresariais. O presidente do sistema, Laércio Oliveira, explica que todas as funcionalidades foram explicadas no manual produzido pela Fecomércio, com o objetivo de tornar a vida dos empregadores mais simplificada.


“O envio das informações das empresas era muito complexo, o que tornava uma tarefa burocrática em excesso, fazendo com que os empresários demandassem muito tempo para fazê-lo. Com o e-Social, tudo ficou mais simplificado e ágil. As movimentações fiscais, previdenciárias e trabalhistas ficaram mais fáceis de serem registradas nos órgãos responsáveis por cada parte, por meio da ferramenta. Isso substitui o envio separado para a Caixa Econômica, Ministério do Trabalho, Receita Federal e Previdência Social. Simplificando assim, todo o trabalho. E a Fecomércio, com o foco em ajudar os empresários no tema, desenvolveu sob minha orientação, o manual de entendimento sobre o e-Social”, afirmou Laércio.


O manual, que contém as orientações para os quatro passos de uso do e-Social, está disponível para ser baixado no site da Fecomércio (www.fecomercio-se.com.br).

0 comentário