PC elucida homicídio na zona rural de Macambira

Autor do crime foi preso na tarde dessa quarta-feira (08)


As Delegacias de Macambira, São Domingos e Campo do Brito elucidaram um homicídio que foi praticado no povoado Lagoa Seca, em Macambira, no dia 25 de agosto. O corpo da vítima foi encontrado no dia seguinte junto a um bilhete. O suspeito do crime, identificado como Ronivon Costa Passos, foi detido em cumprimento a mandado de prisão na tarde dessa quarta-feira (8). De acordo com o delegado Murilo Gouveia, a vítima do crime foi um senhor que transitava entre suas propriedades rurais. As investigações foram iniciadas e coletaram indícios da autoria da ação criminosa. “Nessa coleta de informações, houve indícios e elementos que apontaram Ronivon como autor do crime. Requisitamos pela prisão junto com o mandado de busca e apreensão para coletar elementos da participação de Ronivon no crime”, citou. O delegado detalhou ainda que, junto ao corpo da vítima, havia um bilhete, que também contribuiu com a identificação da autoria, após as investigações. “Chamou a atenção um bilhete deixado no local do crime que tinha a frase ‘ladrão e homicida’. O bilhete foi tratado como se fosse para despistar as investigações. Após a concessão das decisões judiciais, na casa de Ronivon foi encontrado o caderno com caligrafia semelhante, o mesmo tipo de papel, e impressões por relevo da folha deixada no crime”, ressaltou. O investigado confessou a prática do crime. “Ele disse que foi motivado por estar, supostamente, sendo ameaçado pela vítima, mas houve contradições no depoimento tendo em vista de que ele disse que foi legítima defesa, mas disse que já estava com o bilhete há oito dias no bolso”, acrescentou o delegado. O delegado destacou também que foram encontradas várias lesões no corpo da vítima por meio do laudo emitido pelo Instituto Médico Legal (IML). "Foi constatado no laudo cadavérico que a morte da vítima aconteceu por politrauma. Foi uma ação bastante violenta e foi utilizado instrumento contundente. Foram encontradas lesões no crânio, no tórax e no abdômen. Na confissão, ele disse que deu mais de dez golpes”, pontuou.

0 comentário