top of page

Porque Valmir de Francisquinho foi vaiado no centro de convenções ?


Por: Marcos Fontes


Ao tomar conhecimento de que Valmir de Francisquinho foi vaiado e chamado de traidor na chegada a um evento ocorrido no último domingo no Centro de Convenções de Sergipe. Teve lulista se apressando em querer responsabilizar a primeira dama Michelle Bolsonaro, que na condição de convidada, nem deve ter tomado conhecimento do que se passava do lado de fora do evento. Fica evidente que a Michelle nada teve a ver com isso.


A reação contra Valmir no evento de domingo, deve ter partido de eleitores de Bolsonaro que acreditaram nele e fizeram campanha pra ele espontaneamente, dando a ele a condição de mais votado no primeiro turno.


Hoje ao ver Valmir apoiando em Sergipe o projeto do PT, esses eleitores estão se sentindo traídos, apunhalados de forma covarde.

O sentimento de traição é percebido hoje nos quatro cantos de Sergipe. Até o próprio Valmir já emite sinais de que se posicionou errado.


Há entre pessoas próximas de Valmir, quem aposte em arrependimento, imaginando que a decisão de apoiar o PT foi fruto de pressão de forças ocultas, por interesses irreveláveis.


Já adversários de Valmir, apostam no toma lá dá cá, e imaginam que Valmir trocou o voto dos sergipanos, pelo retorno do filho para a Alese e para torná-lo prefeito de Itabaiana em 2024.


Pelo sim pelo não, o fato é que após apoiar Rogério Carvalho, Valmir se tornou elegível, foi impedido de retornar para a disputa pelo mesmo ministro que fatiou o impeachment da Dilma, e teve o mandato do filho Talysson recuperado. Tudo isso num intervalo de 6 dias.


Conclusões? Cada um que tire as suas.


É Observador-geral das estripulias políticas.


OBS: O texto acima não objetiva atingir a honra de qualquer dos citados. Reflete apenas uma opinião, extraída de leitura pessoal do sentimento coletivo, sobre casos concretos do cotidiano político.

0 comentário

Comments


bottom of page