top of page

Presidente tenta impedir vereador entrar nas dependências da câmara


Na noite da última quinta-feira, 16, mais uma vez o poder legislativo de Macambira lamentavelmente promoveu senas deploráveis que envergonha todos os munícipes macambirenses.


Já não se sabe se temos uma câmara de vereadores ou um puxadinho da prefeitura de Macambira - pelo fato do senhor presidente, Elio Bernardes, estar nitidamente sendo conduzido a inúmeros erros grotescos, como por exemplos “pisotear” o regimento interno da câmara.


Seria até compreensível se o nobre presidente fosse um marinheiro de primeira viagem, mas muito pelo contrário, estamos falando de um vereador com a máxima experiência que foi adquirida ao longo dos teus oito mandatos, incluindo um de presidente.


Mas o anseio de ser subserviente ao seu novo líder lhe faz pecar desastrosamente infringindo regras naturais que lhe garante uma boa convivência com seus pares.


Nenhum vereador pode ser acusado de invadir as dependências da câmara como Pedro Alves foi. Primeiro, porque a casa é do povo, e Pedrinho como é conhecido é vereador diplomado e ortogado pelo povo como o próprio Elio Bernardes.


Segundo, nenhum presidente pode sair empurrando seu colega em nenhuma hipótese principalmente quando a vítima se trata de um vereador operado que está ainda em recuperação.


Que esse carnaval sirva pra todos não só brincarem nestes dias de feriados, mas também para estudarem a fundo o que diz o regimento da câmara que é o manual do vereador. Que após o carnaval todos os vereadores principalmente o senhor presidente venha com um só objetivo, que é cumprir a risca o regimento da casa e trabalhar em prol do povo de Macambira que passa a ser o maior prejudicado com tantas infrações que vem acontecendo tudo por quererem fazer da câmara um puxadinho da prefeitura de Macambira.


Por. Cleiton Bianucci - DRT: 2455/SE

0 comentário

댓글


bottom of page