Servidor da prefeitura de Itabaiana é obrigado a recepcionar Valmir no Aeroporto



Na véspera de São João, 23, aconteceu o julgamento mais esperado pelos sergipanos. No final da manhã da última quinta-feira, o ex-prefeito, Valmir de Francisquinho e o seu filho o deputado, Talysson de Valmir, tiveram a sua sentenças confirmadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O pai e o filho já tinha sido condenado em 2018 pelo TRE-SE.


Com a manutenção do resultado o Deputado Talyson, deixa a Alese e juntamente com seu pai ficará 08 anos inelegível.


O ex-prefeito, acompanhou o julgamento em Brasília. Valmir estava na capital Federal desde a última segunda-feira, 20, na tentativa de tentar mudar o cenário.

Com a derrota, o prefeito retornou para Sergipe na noite de quinta-feira, com previsão de chegada as 00h30 de sexta-feira.


Mesmo com a derrota e a inelegíbilidade as práticas se mantiveram. Um servidor da prefeitura de Itabaiana, denunciou que secretários foram orientados a convocar os contratados e comissionados da prefeitura a recepcionar o ex-prefeito, no aeroporto sob a ameaça de perde o seus respectivos empregos caso esse pedido não seja atendido.


O áudio com o servidor revoltados está viralizando nas redes sociais.

0 comentário