Valmir de Francisquinho e suas contradições


Na manhã do último sábado, 22, este portal noticiou, com exclusividade, a condenação em primeira instância do ex-prefeito de Itabaiana, Valmir do Santos Costa. Este foi condenado por improbidade administrativa e, como pena, terá que pagar multa civil de 64 mil reais e teve seu direito político suspenso, ficando inelegível.


Logo, sua assessoria tratou de atacar a matéria como “Fake NEWS”, ao mesmo tempo que confirmaram a notícia informando que o ex prefeito ainda possui a prerrogativa de recorrer, fato este que também fora divulgado por este portal.


Valmir trata a matéria como “Fake NEWS”, mas como um foguete, corre contra o tempo e protocola recurso no intuito de anular sua condenação.


A pergunta que fica é: Se a matéria era Fake NEWS, porque recorrer ?


São contradições como esta que o ex-prefeito tem se envolvido nos últimos tempos desde quando saiu da penitenciária onde ficou preso acusado de ter desviado cerca de 6 milhões do matadouro municipal.

1 comentário

Posts recentes

Ver tudo